UEFA Euro 2020 – O Sonho Recomeça

Poucos eventos desportivos atraem tanta atenção como o Campeonato Europeu de Futebol. Encontrando paralelo apenas no evento do Mundial, a alternância de ambos oferece-nos momentos memoráveis a cada dois anos.

É graças a circunstâncias inesperadas que o Euro 2020 se realiza um ano após a data estipulada. Se algo, esse compasso de espera apenas tornou os fãs de futebol ansiosos pela sua realização à medida que o dia do pontapé de saída se aproxima.

Quer faça parte do grupo daqueles que conta as horas para os seus jogos favoritos ou simplesmente procure alguns momentos de emoção a apoiar a sua seleção de futebol, o torneio UEFA Euro 2020 irá providenciar momentos emocionantes.

Esperam-se dramas de último instante, surpresas e inclusive algumas oportunidades para apostas desportivas que acrescentam sempre algo mais a cada um dos noventa minutos. Ou do prolongamento!

Figuras Maiores do UEFA Euro 2020

O Euro 2020 é uma oportunidade imperdível para assistir a alguns dos maiores desafios, rivalidades e nomes lendários do futebol europeu. Ficam aqui alguns dos jogadores aos quais deverá ficar atento dado o momento atual de forma:

  • Lukaku (Bélgica). O avançado belga está na melhor forma de sempre. Foram 24 tentos na Serie A, apenas superados pelo seu desempenho em 2016-2017 quando alinhava pelo Everton. Não será assim surpresa se deixar a sua marca neste torneio.
  • Cristiano Ronaldo (Portugal). O lendário CR7 não é apenas o melhor jogador Europeu da atualidade, mas também um dos atores maiores do último Europeu de Futebol. Ainda que o seu clube não se tenha sagrado, os momentos em campo do capitão de Portugal, aos 36 anos, serão dos mais aguardados.
  • Frenkie de Jong (Holanda). Longe vão os anos da “Laranja Mecânica”. Após alguns falhanços em anos recentes, a nova geração da seleção Holandesa aparenta ser repleta de promessas a observar. Poucas como de Jong, cujos passes milimétricos e eficazes farão do meio-campo holandês uma dorsal de respeito.
  • Kylian Mbappé (França). Não é necessário ser um fã de futebol para assumir que a seleção gaulesa está repleta de jogadores de tremenda qualidade. Entre eles, o jovem Mbappé é um dos nomes a seguir. A sua velocidade e ameaça à baliza de qualquer seleção fazem da França um adversário favorito à conquista do título.

Existem muitos outros nomes que poderemos ver em campo, entre jovens promissores e veteranos do futebol que poderão ter aqui a derradeira oportunidade para erguer um troféu. Entre lendas que poderão ainda ver outros torneios, estamos ansiosos por ver o desempenho de jogadores como o alemão Thomas Muller, o polaco Robert Lewandowski, ou o francês Karim Benzema.

Um Torneio de Distribuição Ímpar

O torneio deste ano assume uma abordagem única, com jogos realizados em 11 cidades distintas. Desta forma, a organização espera não condensar as habituais multidões em redor do evento, enquanto dá um sinal de esperança a uma Europa e um mundo ansiosos por melhores dias.

Os desafios terão lugar em cidades icónicas do futebol, entre elas:

  • Amesterdão
  • Baku
  • Bucareste
  • Budapeste
  • Copenhaga
  • Glasgow
  • Londres
  • Munique
  • Roma
  • São Petersburgo
  • Sevilha

O jogo de estreia terá lugar no Stadio Olimpico de Roma, a 11 de junho de 2021. O desafio entre a Turquia e a Itália é o pontapé de saída para um mês de desafios emocionantes que culminam na final, a 11 de julho de 2021 no Estádio de Wembley, em Londres.

Até lá, as melhores seleções e jogadores europeus terão oportunidades em abundância para nos maravilhar com o seu talento, enquanto vamos poder celebrar o evento desportivo no seu todo independentemente da seleção que apoiamos.

Os Grandes Favoritos

Em todos os torneios existem, à partida, favoritos. Ainda que a estatística seja um excelente indicador para tentar adivinhar um vencedor ou aqueles que constarão das fases finais, a história demonstra que dentro de campo tudo pode acontecer.

Desde logo, Portugal está entre os principais candidatos, uma vez que é o campeão em título e uma parte considerável da sua formação é composta pelos mesmos nomes que conquistaram a taça em 2016. A sua fase de grupos frente a duas outras seleções favoritas será um árduo teste.

Tanto a França como a Alemanha têm todos os argumentos para seguir em frente no torneio e é apenas devido à sorte que estes três grandes nomes se vão desafiar num dos mais emocionantes grupos do UEFA Euro 2020. Sem qualquer descrédito da Hungria, a qual poderá surpreender qualquer uma das demais seleções, naturalmente.

A Itália, Inglaterra, Espanha e Bélgica são também eternas candidatas ao título, mas é bom relembrar que do torneio constam 24 seleções que conquistaram o seu lugar graças a um excelente desempenho durante a fase de qualificação.

Momentos Inesquecíveis do Euro

O campeonato da Europa de futebol está repleto de momentos que se tornam parte da história das nações e do imaginário coletivo. Entre elas, destacamos alguns dos seguintes:

Euro 2004

De memória agridoce para a seleção e povo portugueses, envolveu o país numa festa até então nunca antes vista. A atmosfera em redor da equipa é ainda hoje recordada com afeto, com nomes inesquecíveis como Luís Figo, Rui Costa, Ricardo, Deco ou Simão.

No jogo de inauguração, Portugal perde perante a Grécia numa jogada de bola parada. O destino repetir-se-ia na final.

A Imparável Espanha

O termo “tiqui-taca” ficará para sempre associado à seleção Espanhola e ao domínio de passe que amedrontava até os mais temíveis adversários. Entre 2008 e 2012 a “La Roja” sagrou-se campeã europeia em 2008, campeã do mundo em 2010 e revalidou o título europeu em 2012.

A capacidade de organização dentro de campo e algumas das maiores lendas do futebol ajudaram a fazer da seleção espanhola, a par da Alemanha, detentora de três títulos europeus (1964, 2008 e 2012).

A Improvável Dinamarca

Teríamos de regressar no tempo até 1992, quando a Dinamarca derrotou a Alemanha na final por 2-0. A partida que teve lugar na vizinha Gotemburgo, Suécia, é ainda hoje um dos maiores choques em finais do Euro.

Esta é também uma lição para os tempos, que indica que em fases finais de torneios desta envergadura todas as seleções são, na verdade, candidatas ao título.

O Penálti de Panenka

Também cimentado no tecido do tempo, o penálti de Panenka é um hino ao futebol. Mesmo os leitores que não eram nascidos na época terão já ouvido o termo que ficou para sempre registado na alma do desporto.

A Checoslováquia e a Alemanha terminavam a final empatadas, seguindo-se a ronda de penaltis para definir o campeão da Europa. Falhado o derradeiro penálti pelos alemães, a forma como Panenka encarou um momento de nervos é ainda hoje uma inspiração.

Esperamos que o UEFA Euro 2020 traga idênticos momentos para registarmos no livro da história do futebol. Independentemente das cores que vestirmos, o torneio é um convite à fraternidade entre os povos, unidos pelo desporto e pela beleza singular do futebol.

Independentemente daqueles que levantem a taça de campeão no final, os sonhos das nações envolvidas não deverão ser muito distintos. Que seja este momento uma oportunidade de celebrar a vida e a paz de que desfrutamos atualmente, com um glorioso relvado como palco central.